sábado, 18 de fevereiro de 2012

papá.

É dificil sofrer em silêncio , sofrer sem poder ( ou até mesmo sem querer) desabafar. É dificil ver as pessoas queixarem-se de (ao que elas lhe chamam) problemas , que nem problemas chegam a ser, mas como na vida tudo lhes corre bem qualquer coisa serve para desespero. É dificil ultrapassar certas fases sem teres um ponto de abrigo. É dificil ver certas lembranças e saber que não temos mais aquela pessoa aqui. É dificil saber que ela não volta ,de qualquer maneira. É dificil ver-mos tudo a desmorronar-se e não pode-mos fazer nada para tentar-mos segurar tudo , é dificil ver-mos tudo a ir abaixo e não podermos (de qualquer maneira) fazer nada. É dificil teres a mágoa cá dentro a pedir para ser libertada e não poderes fazer nada. É dificil não te sentires á vontade falar sobre o assunto , saberes que só de tocar nele te doi a alma e que há sempre lágrimas, então adias a dor e adias até o desabafo. É dificil não conseguir fugir á dor. É dificil saberes que é impossivel ficar tudo bem. É dificil estares sempre a bater com a cabeça na parede e pensares que ficou tanto por dizer . Eu peço , todos os dias eu peço para voltares. Não dá para mostrar mais o desespero que é estar sem ti este tempo todo , o desespero que é não sentir os teus braços a volta do meu corpo , é dificil pensar que o "amo-te" antes de ir dormir nunca mais vai ser dito. é dificil não te sentir por perto , não te sentir aqui. tenho imensas saudades tuas , não dá para explicar melhor que isto , amo-te do fundo do meu coração , amo-te do fundo da minha alma , volta .

9 comentários:

  1. sim vou bonequinha :b oh não tenho tido muito tempo para ele boneca e anda um pouco morto :s

    ResponderEliminar
  2. então e já não é nada mal boneca xd oh eu acho que anda e nunca sei que postar esta perder o interesse

    ResponderEliminar
  3. obrigada! o teu também é muito fofo, também sigo :)

    ResponderEliminar
  4. adorei o texto, e lamento muito a situação. força.
    sigo o blog e gosto muito :)
    Inês*

    ResponderEliminar
  5. já li vários textos em que falas deste assunto, e realmente faz pensar que às vezes certas coisas que consideramos problemas são coisas completamente insignificantes. a forma como escreves estes textos ajuda-nos a dar mais valor a certas coisas :) escreves muito bem, às vezes consigo arrepiar-me ao ler as palavras que escreves.
    oh, obrigada querida :)

    ResponderEliminar
  6. Eva, percebo-te tão bem. Também o perdi.. e não sabes o quanto me identificou este texto. Escreves muito bem :)

    ResponderEliminar
  7. eu achei, e não só foi este texto, porque tu já tinhas feito mais :) e fazes muito bem, é bem mais para isso que serve o blog.. acredita que sim, aconteceu-nos o mesmo, e acho que foi no mesmo ano até, olha só a coincidência. Também, sempre que precisares, cá estou eu, a sério eva :)

    ResponderEliminar
  8. acredito que sim. o meu vai fazer 6 anos em agosto, afinal não :s oh, muito obrigada, o teu também está :p

    ResponderEliminar